10 novembro 2006

Que país é esse 2




Aqui vai a resposta para a nota anterior "que país é esse" O lugar se chama Macau. Ex-colônia de Portugal. Oficialmente desfruta o status de Região Administrativa Especial. Segindo o relatório divulgado na WTM, o turismo da RAE de Macau, tem um crescimento inigualável previsto para os próximos anos. Antes da devolução de Macau à China, a colônia portuguesa era um agregado de Hong Kong - só recebia os turistas que estavam em Hong Kong e vinham em excursões bate-e-volta, rapidinhas, conhecidas no mundo do turismo como "opcionais". A grande revolução de Macau foi deixar de ser opcional de Hong Kong (Assim como hoje, Foz do Iguaçu é opcional do Rio de Janeiro e Ciudad del Este é opcional de Foz do Iguaçu) está ligada aos cassinos. Macau investe pesado neles e tem até Centro de Treinamentos para candidatos a trabalhar no turismo-jogos. Para a sorte de Macau e da China os países vizinhos - Singapura, Tailândia, Taiwan também passaram por experiências liberalizadoras de cassinos.

Quando se abre o site oficial de turismo de Macau, as nove linguas do site mostram de onde vem os clientes. Os chineses da China Continental, da China Grande são maioria. No princípio chinês de "Um país, dois sistemas", o Governo Nacional incentiva que Macau funcione quase como um país independente: destaca-se o uso do português. Mas, as lideranças de locais não se concentraram só na jogatina. Por incrível que pareça, o governo fez tudo o que podia para colocar os esportes como incentivo ao crescimento da economia. Ligando de uma maneira muito interessante aquela coisa vazia que chamamos de "esporte e turismo" - sem ofender a nenhum dos dois lados. Confira o site dos esportes de Macau e veja de que estamos falando. Recentemente o Brasil jogou lá. Vôlei, parece. Ou basket. Macau é membro da Lusofonia - ou da Comunidade dos Países de Fala Portuguesa ou lusófonos. Conheça um dos jornais de lá.
Os lugares e até os indívduos que precisam mudar de rota para encontrar um novo caminho, mais próspero e mais tranqüilo, maior bem-estar devem fazer cinco coisas.
1.Descubrir o que não quer
2. Decidir o que quer.
3. Livrar-se de todas as convicções negativas ou limitadoras.
4. Imaginar ser, fazer ou possuir o que deseja.
5. Entregar-se ao momento presente, seguir a intuição e deixar que os resultados se manifestem.
De todos os passos, o primeiro é o mais importante. No caso de Foz do Iguaçu, Tríplice Fronteira e por conseqüência todo o Oeste do Paraná é importante descobrir o que a região não quer ser, depois se pode falar o que quer. Hoje se fala muito do que se quer e nada do que não se quer. Exemplo: não quero mais ser um centro onde turismo e contrabando não se defrencia. Não quero isso. Antes de concluir, lembro que vejo com freqüência placas em postos de gasolina nas estradas estadias do Paraná que dizem: "não atendemos ônibus de turismo". Entendeu a confusão?

Nenhum comentário:

Hora Mundial