23 novembro 2007

Sobre as arapucas para turistas II

Esta nota é uma continuação da nota sobre as 20 arapucas mundiais para turistas. São aqueles locais onde há uma superpopulação de turistas. A lista da revista Forbes dá sugestões sobre alternativas. Para cada grande centro turístico superlotado há alternativas. Coloco abaixo as alternativas para os lugares onde há tanta gente que dá agonia.

Pirâmide de Giza: Alternativa
Visite o lado Oeste do Rio Nilo no Vale dos Reis. A última grande descoberta (no que se refere a tumbas) foi em 2006. Há muito turistas aqui mas nada comparado às Pirâmides.

Torre de Pisa
Alternativa: Visite o "Orto Botanico de Pisa" - Jardim Botânico de mais de 500 anos.

Cidade Proibida - Beijing
Alternativa: a região histórica de Nanjing e as Montanhas Huang Shen

Piazza San Marco, Veneza
Alternativa: Veja Cannaregio, Castello e Dorsoduro. Veneza é dividida em seis "sestieri" ou distritos. O distrito superlotado de San Marco é só um deles. Os três nomes sugeridos são distritos fora da rota dos turistas. Nas regiões sugeridas, o número de italianos tende ser maior que o de turistas e aqui Veneza ainda pode ser chamada de "sereníssima".


Notre Dame, Paris
A monumental catedral de Paris recebe 12 milhões de admiradores por ano.
Alternativa: se Notre Dame estiver assediada visite a Saint Chapelle. Datando do século 13, a cetedral menor mas muito rica em detalhes pode dar uma visão melhor do divino.


Times Square, Nova York
Se você acredita que o Parque Times Square é bonito, lembre-se que outros 35 milhões de pares de olhos descansam olhares nele todos os anos.
Alternativa: Visite o Strawberry Fields, alguns quilômetros mais a frente. Lá há um Monumento a John Lennon - há festividades que celebram tanto o aniversário (9 de outubro)como o dia de falecimento de Lennon (8 de dezembro).

Capri, Itália
Ilha do sonho de todo mundo na Baia de Nápoles. O problema é que todo tem a idéia de nadar lá na mesma hora. Alternativa: Vá para a ilha de Ischia - pertinho e mais bonita. Mas reze para que todo mundo não tenha a mesma idéia.


Mykonos, Grécia
Mesmo problema. Popularizada nos anos 50, o paraíso ficou lotado. Alternativa: Vá para a Ilha de Delos. Delos é o que Mykonos foi.


Sultanhamet, Estambul, Turquia

A peninsula turística de Estambul, superolotada, turística e cara. Alternativa: Viste o distrito de Uskudar, na entrada do Estreito do Bòsforo. A menos que você queira ver turistas. Em Uskudar você vai conhecer turcos que poderão até lhe dar dicas de como se sair bem de Sultanhamet.

Calçada da fama de Hollywood
A máitica do lugar pode ficar pesada com tantos turistas. Se a coisa estiver feia, a alternativa é o Museu J. Paul Getty - tem jardins e uma bela vista de Los Angeles.


Fontana de Trevi, Roma
Recentemente um italiano nervoso cometeu um ato de terrorismo ao derramar tinta vermelha na fonte. Ele protestava contra não se sabe o quê exatemente - mas o artificialismo do turismo parece ter sido uma das razôes. A alternativa se a fonte estiver com muita gente é ir para a Praça Capranica, sentar-se e tomar um "espresso".

Cancun, Mexico
Se você tiver a idéia de que está sendo enganado em Cancún, com lembranças caras,com coisas para turistas, a alternativa é apontar para a Riviera Maia, a uns 40 quilômetros.


Piccadilly Circus, Londres
Mesmo problema com o Picadilly. Gente demais. Engarrafamento. Uma alternativa é
refugiar-se na Praça Leicester (Square)onde há possibilidades de ver londrinenses vivendo a vida deles.


Perdoem os erros - já volto para ajeitar!

Nenhum comentário:

Hora Mundial