19 junho 2009

Gostei do Formato do Festival de Turismo das Catarataa

O Festival Internacional do Turismo das Cataratas do Iguaçu está acontecendo e eu escrevo aqui para dizer que gostei do formato do evento. Tem feira com stands, tem rodada de negócios onde empresas que vendem e que compram se encontram, tem amostra regional de produtos e iniciativas locais quer dizer de Foz do Iguaçu e dos municípios induzidos por Foz do Iguaçu e, muito bom, tem o setor acadêmico tendo participação no fórum do turismo.

Nesta nota falarei sobre a Amostra Regional do que a região tem para oferecer. Um dos estandes que estão nessa área é o da Emater – isso mesmo,o Instituto (ex-Empresa) Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural. E o que a Emater faz numa feira de turismo? Simples: representa o Programa Nacional de Turismo Rural na Agricultura Familiar (TRAF) que é uma iniciativa do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) por meio da Secretaria Nacional da Agricultura Familiar. Estes são os atores na área federal da coisa.

No nível estadual, entra em ação a Secretaria de Estado do Abastecimento e da Agricultura (SEAB) que tem como braço executivo a Emater. Aí está um casamento entre o turismo e a agricultura. No seu nível mais alto podemos falar de casamento entre o Ministério do Turismo e o Ministério do Desenvolvimento Agrário. Notem que não é entre o Ministério da Agricultura e MTur. O Ministério de Agricultura trata de assuntos da agricultura do grande capital aquela que se chama de agronegócio, agribusiness e que está nas bolsas de valores e anda mais pela cartilha do pessoal de Davos. O MDA se inspira mais no Outro Mundo é Possível do pessoal de Porto Alegre. Estou falando dos fórum mundial.

Nesta área, O TRAF no Paraná vem se desenvolvendo a passos de gigantes. Está faltando o Turismo fazer uma conexão com TRAF. Me explico que as agências de turismo e acima delas as operadoras, imitem o governo e que tentem enxergar esses outros movimentos que podem ser chamados de um “outro turismo” – não que um tenha que acabar. A idéia é que se complementem. É parte de uma economia solidária. E sabe qual é a maior? Foz do Iguaçu é parte ativa do TRAF – mas deixemos para continuar essa discussão logo mais. Vou andar na feira para ver mais coisas.

Veja fotos do Festival e outras informações no H2Foz

Nenhum comentário:

Hora Mundial