23 outubro 2006

Turismo Gay


Um amigo meu me contou que, dias desses, ele foi a um hotel de uma cidade qualquer para falar com o gerente que é amigo dele. Esse colega, levou junto um outro colega que é gay. O recepcionista diz: boa tarde, o que era para vocês? O meu amigo, ficou possesso e disse: eu e meu noivo precisamos de um quarto. Como? - disse o recepcionista. O colega repetiu. Eu e meu noivo precisamos de um quarto, com cama de casal.
O recepcionista, disse Hmmm! Espere um momento. Entrou, no espaço atrás da recepção e nunca mais voltou. Outro senhor apareceu: Pois não! O amigo, disse, meu noivo e eu, queremos um quarto de casal... O segundo recepcionista disse Hmmm! Um segundo por favor e sumiu!
Um terceiro, surgiu! Posso ajudá-los? E ele disse, eu e meu noivo... No quarto Hmmm, o colega ficou furioso e disse: paremos com essa palhaçada e me chame o gerente, agora! O gerente apareceu e era colega de todos. E tudo virou uma brincadeira. Os recepcionistas respiraram aliviados. Ufa!! Mas e daí? O que fazer na hora da verdade? Afinal existe um "turismo gay" para ambos os sexos e para todas as combinações genéricas. Que fazer?
Um exemplo interessante é de Bonito que entre 7 e 11 de dezembro está promovendo o Gay Bonito. Veja o roteiro. Explore o site. Tem muita coisa!

Um comentário:

sigopelomundo disse...

Muito recorrente a sua história! Alguns lugares já sabem e tem treinamento para receber porém a maioria não sabe como lidar com a situação só gerando cada vez mais constrangimento!

Hora Mundial