26 novembro 2006

Brasil, Brasil!

O Brasil é um país muito interessante. Hoje amanheci encucado, por meus próprios motivos, com a palavra dimensão quando aplicada ao Brasil. Incentivo a todo mundo que possa ir ao Destinations 2006 em Porto Alegre, que vá. Vai ser muito bom. Mas já aviso: não é minha espécie de evento. É um evento para o macro. Na nota anterior, quando se fala sobre as vantagens do turismo, há a frase " quando um resort vem para a cidade todo mundo se beneficia...". Viu? Para mim, resort é a palavra errada. Há um escritor do turismo, chamado Jost Kirpendorf que chama "resorts" de "gueto". Gueto de luxo, mas gueto. Creio que tuodo turismólogo sabe o quem Kirpendorf é.

Sobre a dimensão digo o seguinte: o que é pequeno no Brasil? Ora, se pequena propriedade é de no máximo 80 hectares - segundo o caso e o município, o que é uma propriedade de um ou dois hectares? Minha opinião é que continua existindo espaço para debater o pequeno. Há no Brasil milhões de pessoas que, no tocante ao pequeno, pode dizer que "bote pequeno nisso". Há gente com nada. É necessário trazer experiências importantes que acointecem por aí. O que fazer para esse pequeno? É só um pensamento. Para não passar um precioso domingo em branco.

Nenhum comentário:

Hora Mundial