22 novembro 2006

Turismo Rural na Agricultura Familiar

Está acontecendo o I° Encontro Estadual do Turismo Rural na Agricultura Familiar (TRAF)Cascavel, Paraná. Veja o que se discute, abaixo.


Se dividirmos título desta postagem em dois, teremos "turismo rural" e "agricultura familiar". Turismo Rural, dá para entender. E agricultura familiar? Esta é mais complicada. Já deve fazer mais de 500 anos que no Brasil, famílias tocam pequenas quantidades terra, produzindo o que podem e com certa dificuldade. Mas o que há de novo? A novidade é que só agora o Brasil definiu o conceito de "agricultura familiar". Eu diria que até agora, a agricultura familiar vivia no limbo. Agoira existe e é levada em consideração. Para iso foi necessário que o Congresso Nacional decretou e o presidente sancionou a Lei 11.326 que põe no papel os conceitos, princípios e instrumentos para a agricultura familiar.

Segundo a Lei, para se qualificar como agricultura familiar, a propriedade não pode ser superior a quatro módulos fiscais, a mão-de-obra tem de ser da família, a renda da família seja da propriedade e outras coisas. Segundo Irineu Vojssaczak, da Emater - Capitão leônidas Marques, cada município delimita qual é o tamanho do seu módulo fiscal. "Em Capitão Leônidas Marques o módulo fiscal é de 20 hectares. Assim quatro módulos seriam 80 hectares", disse alertando que o tamanho varia muito.

E onde entra o Turismo Rural na Agricultura Familiar? De novo, aconteceu. O turismo Rural já vem acontecendo na Agricutlura Familiar há tempo. Mas a novidade é que, no Paraná, o governador Roberto Requião sancionou a Lei 15.143 de maio, deste ano, que define as atividades turísticas praticadas no campo e que se encaixa como "turismo rural na agricultuira familiar". Viu? Tudo devidamente aprovado por lei.


Para Carlos Strapasson, gerente Regional da Emater para 30 municípios do Oeste do Paraná, o que o Governo pretende é proteger o pequeno agricultor do rigores da agricultura baseada na "monocultura" de grãos. "Esta seca mostrou quão vulnerável é a monocultura de grãos", disse Strapasson. Ele lembrou que os pequenos agricultores que planatm de tudo um pouco, criam animais, frutas e mantêm uma boa diversidade na propriedade sofreram menos que os grandes produtores de soja.

O turismo rural na agricultura familiar não deve levar ao abandono das atividades agrícolas. Este é o temor de muita gente inclsive de Marcelo Laureanti da Colônia Mergulhão que pertence ao Turísitico-Rural "Caminho do Vinho" em Sâo José dos Pinhais.
Detalhe final desta nota: o Turismo

Nenhum comentário:

Hora Mundial