20 novembro 2006

Uvas de Capitão



Foto:Natal Bambrilla mostra sua primeira colheta
Foto de Rui Castro

O agricultor Natal Bambrilla de Capitão Leônidas Marques colheu ontem os primeiros frutos de seu trabalho: a primeira carga de uvas de várias espécies que foram distribuídas na sede da Prefeitura de Capitão Leônidas Marques. A novidade aqui é a seguinte: Bambrilla é o primeiro de cerca de 20 agricultores que se inscreveram no programa de conversão da agricultura local com a finalidade de fazer um link entre a agricultura da região e o valor agregado pela visitação turística ou pela venda de produtos às margens da PR 364.

A propriedade de Bambrilla fica em uma localidade chamada Linha Hortelã, em Capital Leônidas Marques a poucos quilômetros da ponte sobre o rio Iguaçu que faz divisa com o município de Realeza. Por casualidade também a divisa entre o Oeste e o Sudoeste do Paraná. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de CLM, Laire dal Prá, tudo começou há 3 anos em um evento em Cascavel. "Quando propusemos investir em parreirais muita gente duvidou", contou. Parte da dúvida tinha a ver com a crença de que a região não daria uvas. E um dos motivos da descrença era o fato de que a região era considerada de uso intensivo de venenos ou "defensivos agrícolas".

Bambrilla e outros agricultores da região estarão amanhã no I° Encontro Estadual do Turismo na Agricultura Familiar - TRAF, em Cascavel.

Nenhum comentário:

Hora Mundial