09 abril 2007

Deu na Gazeta do Iguaçu

O jornalista Nelson Figueira e o fotógrafo, Robson Meireles, ambos colegas meus, fizeram uma matéria sobre a matéria da revista Rolling Stones. Foi na edição de hoje (dia 9). Valeu. A frase que eu mais gostei na reportagem da Rolling Stones foi a de que a comunidade alternativa de Foz é pequena mais barulhenta. A minha lista do que fazer na fronteira está crescendo. Descobri que em uma excursão do estilo "venha lavar a alma" é possível além das Cataratas do Iguaçu, para mim a Y-Guaçu Sagrada, visitar três Saltos importantes no Lado Paraguaio da fronteira: são o Salto Monday, em Puerto Presidente Franco, o Salto Itakoty na cidade de Cedroty ou Cedrales e por fim o Salto Ñacunday - são as Cachoeiras do Alto Paraná.

Já volto propondo uma visita - uma espécie de famtour no estilo "venha fazer barulho comigo". Ñacunday é um parque Nacional no Paraguai com 4 mil hectares. Tem mais: se der tempo suficiente à visita pode-se incluir o Museu Moisés Bertoni. E já que falei em Bertoni, aviso que coloquei um texto, meio longo, sobre Bertoni, a importância do experimento dele, seu perfil político e filosófico e a utopia anarquista socialista que existia na época. Leia no Blog de Foz. Logo, logo apresento um videozinho.

Nenhum comentário:

Hora Mundial