28 fevereiro 2008

Coloque na Agenda: Turismo do Paraná em foco

Todos os links na matéria abaixo são para blogs da família Notas do Turismo


A data é 8 a 12 de abril. Neste período acontecerão um monte de coisas. Primeiro, começa no dia 8, o IX Encontro Estadual dos Secretários, Dirigentes e Técnicos Municipais de Turismo. Este é o primeiro dos eventos que abre a temporada de eventos do Turismo no Paraná. Se você é secretário de turismo, dirigente, técnico, funcionário ou jornalista do turismo, compareça. Daí, nos dias 11 e 12 é a vez do 14º Salão Paranaense do Turismo, a ser relizado no Estação Embratel Convention Center em Curitiba, Paraná. A Associação das Agências de Viagem do Paraná espera passar dos sete mil visitantes, este ano.

Mas não perca a oportunidade de dar uma olhada no que vai acontecer na IV Mostra das Regiões Turísticas do Paraná, feira paralela ao Salão Paranaense. Estarão ali, apresentando-se, propondo-se para o público, as regiões turísticas do Estado. São dez regiões no total: Litoral, Região Metropolitana de Curitiba, Campos Gerais (Incluindo Rota dos Tropeiros), Terra dos Pinheirais, Centro, Oeste, Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, Norte, Noroeste e Sudoeste. Existe uma tendência dentro de mim, a adorar e até preferir esta feira aqui.

Está havendo um zum-zum-zum em torno a uma possível reorganização dessas regiões turísticas do Paraná. A área a ser reorganizada é a dos Municípios Lindeiros, Oeste e Foz do Iguaçu. Como ficam? Foz do Iguaçu e Lindeiros ficam juntos, dando continuação a esse casamento desigual? Quem souber dê uma dica, aí, por favor. Sei que ontem houve uma renuião em Cascavel para definir o que sobra do Oeste. A possibilidade é que Cascavel lidere os municípios do Oeste em si o que até aqui inclui a Cascavel, Toledo, Corbélia e municípios paranaenses do PróCaxias, Santa Lúcia, Lindoeste e Capitão Leônidas Marques. Este é um chute meu.

Fontes importantes me disseram que Maripá, famosa pelas orquídeas e pelo arrancadão de tratores, no Oeste do Paraná, vai se juntar à região Noroeste do Estado. Essa história de regiões é importante no novo modelo de regionalização do turismo nacional. É daí que saírão os "Roteiros para o Mercado Nacional" e os "Roteiros para o Mercado Internacional". O primeiro tem muito a ver com o social, o local, o alternativo. O segundo é mais neo-liberal. Leve a sério para não se perder e chorar depois! Fui!

Nenhum comentário:

Hora Mundial