25 fevereiro 2008

Crise nas Torres de Controle


Calma não é no Brasil. Um relatório do Congresso dos Estados Unidos trouxe à luz um debate preocupante. É possível que até setembro de 2011, os 20 mil controladores de vôo dos Estados Unidos cheguem a idade de aposentadoria. A maioria dos controladores do país foi contratada de uma vez em 1981. Não sei se você se lembra que naquele ano, os controladores de vôo dos EUA entraram em greve. Quem morava na Casa Branca, na época, era Ronald Reagan, de linha dura. Reagan demitiu a todos os grevistas e contratou toda uma tropa nova e sem vício. Pois é! Demissão coletiva, chama contratação coletiva e leva a aposentadoria coletiva. Pelo menos 70% dos contratdos em 1981, terão que se aposentar.

O deputado republicano John Mica da Flórida foi o responsável por levantar a questão. O Congresso acusa a FAA (órgão que controla a Aviação) de não estar fazendo muito quanto a perda iminente de controladores experientes. Vamos ver o que acontece. Basta destacar que um aeroporto como O'Hare de Chicago registra 2,663 operações diárias de pousos e decolagens. Dessas 64% são de vôos comerciais, 33% taxi aéreo, 3% aviação geral e 1% militar. Isso dá ao redor de 110 operações por hora. A foto da USGS (Clique para aumentar), é interessante.

Agora me responda rápido em que pista você aterrissaria ali? Gostaria de dizer uma coisinha mais sobre o O'Hare. O O'Hare International Airport é municipal. Pertence a Prefeitura da Cidade. Que inveja, né! Conheci há pouco um Aeroporto Municipal aqui no Sudoeste do Paraná. Chama-se Aeroporto Municipal de Realeza (AMR). O AMR registra sete operações de pouso e decolagem por mês. Eu adoro a diversidade aerodrômica do Planeta.

Nenhum comentário:

Hora Mundial