21 fevereiro 2008

Navios de Cruzeiro de olho em Cuba

O anúncio de que Fidel Castro renunciara ao comando do País, lançou o mundo em uma corrida cheia de especulações. O turismo não ficou de fora. Pelo menos um setor da indústria está de olho na Ilha. São as empresas de cruzeiro. A lógica é a seguinte: Havana, está a 240 km de Miami. O porto de Havana é naturalmente bom e profundo. Os americanos têm curiosidade de irem à Cuba. Vai ser economicamente razoável. E, melhor que tudo, faltam hotéis no padrão ocidental. Assim, as viagens de navio seriam a saída pois os passageiros de navios não precisam de hotéis. Os navios estão prontos para aportarem em La Habana. Construir hotéis levaria anos. Investimentos em portos, o capital privado a ajuda a bancar. Para isso, o setor de cruzeiros marítimos só está esperando que Washington e Cuba construam pontes que levem a relações diplomáticas normalizadas. Amanhã tem mais uma novidade! Um novo mercado emissor (exportador de turistas/passageiros) está despontando!
Fonte Travel Mole

Nenhum comentário:

Hora Mundial