06 outubro 2009

Apostas do Governo de Misiones: investimentos do turismo

Concepção artística do Santuário de Sant'Ana. Clique na foto para enxergar detalhes!

A Província de Misiones, que faz fronteira com o Paraguai e com o Paraná, fez uma escolha de prioridades econômicas. A província está investindo na indústria florestal e turismo. Quando à parte florestal, vou deixar de lado. Em turismo, o Governo decidiu atacar em quatro frentes ou seja, escolheu quatro regiões onde investir. As regiões são: 1) Iguazu 2) San Igancio 3) Santa'Ana e 4)Moconá.

Em Iguazu veio uma espécie de loteamento às margens do rio Iguaçu para receber investimentos de grandes escala - hotéis, parques temáticos, campo de golf, spa etc.
Obras estão em andamento e alguns hotéis já foram inaugurados.


Em San Ignacio - onde há a ruína jesuítica mais bem preservada da região o investimento foi em um novo show de luzes e som. Em funcinamento!

Em Moconá - cachoeiras também compartilhada com o Brasil em afluente do rio Uruguai (Moconá sai do rio Peperi Guaçu) e que no Brasil se chama Yucumã, o investimento é "asfalto". A "ruta" (rodovia será asfaltada) até dezembro.

E Santana? Santana ou Sant'Ana vai receber um santuário, no ponto mais alto da região, com proporções gigantes, supercruz, que deverá atrair peregrinos e romeiros. É o turismo religioso - a última aposta do Governo. A foto que coloco nesta postagem é do Santuário de Sant'Ana.

Nenhum comentário:

Hora Mundial