18 maio 2010

Cataratas - Rio e la Plata


Não sou um grande fotógrafo mas estou muoto contente com essas duas fotos. Me deu um estalo na cabeça e me deu vontade de chamá-las Holocataratasdo Iguaçu porque as vi de maneira completa. É como se houvesse um cordão umbilical ligando o que está em baixo com o que está em cima. Detectou a tendência? Gostei de ver que a Neblina que si das Cataratas está ascendendo e se encontrando com as nuvens que me parecem estar a entre 800 e 1.00o metros.
Como fotografei? Estava no assento de janela no Bombardier da Pluna que decolou do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu-Cataratas sentido à cabeceira que dá para o Parque Nacional do Iguaçu (PNI). Avião tranquilo e rápido sobe facilmente. Logo estavamos vendo as Cataratas à minha direita. O que significa Argentina à direita.
Assim que sobrevoa as Cataratas em linha reta, curvando ligeiramente à esquerda, se vê lá embaixo, a pista do Aeroporto Internacional Iguazú e logo já entramos nas nuvens. Creio que o tempo total de voo até aqui foi algo em torno dos 3 a 5 minutos a menos que tenha demorado demais eu não tenha notado. A partir daí, galgamos às nuves e chegamos naquela terra da fantasia branca como um mar de lã de carneirinho. A próxima grande vista, daquelas de arrancar suspiros e exclamações já foi em Montevidéu quando o avião passou direto, deixando a terra para trás, adentrou o grande rio, ou o rio-mar, e fez curva à direita, curva à esquerda voando sobre o mar-rio escuro pontuado por navios e mais navios cheios de containers e mais containers, De repente veio aquela curva que eu gosto, fechada, que faz a asa passar voando para cima e outra parabaixo, daí mergulha suave mas decididamente para a pista. Em um ou dois minutos, tocamos a terra do Uruguai. Fiz todo o trajeto Iguaçu-Rio de la Plata em 1h e 30 minutos. Recomendo! Esse voo já é a viagem!

Nenhum comentário:

Hora Mundial