17 maio 2014

Sistema gratuito de infomações por telefone de Foz do Iguaçu completou 25 anos


Arides Junior atendendo ao Teletur, hoje informatizado
(Foto Elaine Mota)
O Teletur, sistema de informações turísticas via telefone, está completando 25 anos de existência em Foz do Iguaçu. Foi implantado no dia 03 de abril de 1989 e funciona na sede da Secretaria Municipal de Turismo (SMTU). Ele pode  ser acessado de todo o país pelo telefone 0800-45-1516. São 14 servidores concursados e 4 estagiários do curso de Turismo das faculdades locais, todos bilíngues (português - inglês).

Os servidores prestam informações sobre toda a oferta turística existente em Foz do Iguaçu, e as mais procuradas são: necessidades de visto; trâmites das aduanas Brasil e Paraguai, horários do transporte urbano e trajetos para os principais atrativos, preços e contatos dos pontos turísticos, além de dados de hotéis, agências e restaurantes. No Teletur, os funcionários atendem a solicitações de informações e registram sugestões, para melhoria do receptivo local. Também é possível fazer o registro de reclamações sobre a qualidade dos serviços prestados pelos segmentos ligados ao turismo da cidade.
Casa do Ingresso na esquina da JK e Rio Branco.
Apagada da memória  na última gestão municipal (Foto ADDT)
Lembrando – O sistema começou com o telefone número 139. Posteriormente passou para 1516 e desde o ano 1999, passou para o atual 0800-45-1516 com ligação gratuita. O serviço funcionava na rua Almirante Barroso, nº ... no andar superior Casa Jóia. Depois, o serviço foi levado para a Rio Branco, (ver foto) juntamente com o posto de informações turísticas, que também se denominava “Casa do Ingresso”. Em 2000, passou para o Edifício Classic, na rua Xavier da Silva transferindo-se no mesmo ano para a Praça Getúlio Vargas onde funcionou a Secretaria de Turismo.  Em 2011 a Secretaria de Turismo e o serviço Teletur passaram para o Centro Municipal de Turismo na Avenida das Cataratas frente ao Hotel Bourbon Cataratas.
Modernos telefones e pastas: ferramentas do Teletur em 1999
(Foto do Acervo Departamento de Desenvolvimento de Turismo - ADDT)

Em 1999, a consulta de informações era por meio de pastas e papel. Não se dispunha de computadores como atualmente. Naquela época, trabalhava no Teletur, Karin Rossana Pan; depois, entraram Joice Gonçalves e Leida Sartori. O secretário municipal de Turismo era o empresário Antonio Hernandez Gonzales Junior. Posteriormente, com a criação de Postos de Informações Turísticas, já com a Foz do Iguaçu Turismo S/A (FOZTUR), empresa de economia mista, entraram outros funcionários.

Para Karin, que permaneceu na função por 2 anos e meio e atualmente trabalha em um hotel da cidade, “era algo bastante novo, recém implementado; a intenção, na época, era a melhor possível, ter pessoas especializadas, bilíngues, preparadas para prestar informações sobre a cidade e o turismo”, relatou. “As mesmas funcionárias que atendiam às solicitações, é que pesquisavam e atualizavam o banco de dados”, disse.

Joice Gonçalves trabalhou por um ano no Teletur. “Tínhamos pastas, era tudo muito primário, mas todos os dados estavam lá, número de telefones de hotéis, agências, e tínhamos algumas pessoas que ajudavam na verificação dos dados, que iam a campo, e nós auxiliávamos na renovação das informações, mas por telefone” lembrou. “E à noite, acionávamos uma secretária eletrônica, e todos os dias de manhã, tínhamos que escutar os recados e dar os retornos”, completou.

Para Vania Otremba Rouver, que iniciou suas atividades no Teletur em julho de 1989 e que ainda pertence à equipe de servidores, as lembranças estão muito vivas na memória. “Ficávamos em uma sala bem pequena, e era tudo muito diferente de hoje; tínhamos cursos sobre como atender ao telefone, de boas maneiras, ministrados por profissionais, e, isso era um diferencial, são coisas que eu aprendi naquela época e que eu levo para sempre”, comentou. “E tivemos vários anos de atendimento 24 horas, em regime de escala; de madrugada sempre tinha ligações, pois o Teletur era muito divulgado em nível nacional e internacional”, ressaltou.

Lara Luciana Leal Seixas, chefe da Divisão de Serviços Turísticos da SMTU, explica que atualmente "a equipe é formada por 10 atendentes que ingressaram por concurso em 2001, e outros 4 que ingressaram em 2012, sendo que destes, todos são graduados, alguns em Turismo, outros em Hotelaria, História, Letras. Alguns têm pós-graduação, outros têm uma segunda faculdade”, afirmou. 

“Temos uma equipe multidisciplinar, com um alto nível de qualificação que se apresenta para oferecer o melhor atendimento aos turistas e também à comunidade que procura pelo serviço; os servidores, muitas vezes, acabam fazendo o trabalho de intérprete, no auxílio a taxistas e a recepcionistas de hotéis”, enfatizou. O secretário municipal de Turismo, Jaime Nelson Nascimento, parabenizou os funcionários pelos 25 anos do Teletur e destacou: “é uma importante atividade de esclarecimentos aos turistas e também de divulgação da atratividade local e serviços que Foz do Iguaçu tem para oferecer aos visitantes”. O sistema, um dos pioneiros no Brasil, registrou desde o ano 2000 até 2013, aproximadamente 100 mil ligações, com uma média de 8 mil telefonemas/ano. 

Nenhum comentário:

Hora Mundial