19 maio 2014

Acadêmicos de Turismo da Unesp conhecem projeto de Joinville (SC)

Grupo conheceu o projeto Viva Ciranda
 Associação de pedagogia e turismo rural
Depois de conhecer o Projeto Viva Ciranda de Joinville no VIII Congresso Brasileiro de Turismo Rural, realizado na cidade paulista de Rosana, em 2012, a geógrafa e professora de Turismo Rural e Geografia do Turismo da Universidade Estadual Paulista (Unesp) Rosangela Custódio Thomaz, decidiu trazer seus alunos a Joinville, especialmente para conhecer o projeto. É o Projeto de Turismo Rural Pedagógico. A informação é da assessoria de turismo da Fundação de Turismo de Joiville. 

Mãos à obra
Na quinta-feira dia 15 de maio, os acadêmicos do curso de Turismo da Unesp acompanharam os alunos da Escola Municipal Aluizius Senhem em uma visita pedagógica à propriedade da Família Schroeder na área rural do município. Durante toda a manhã, as crianças e os acadêmicos vivenciaram a rotina diária da família de agricultores e participaram de atividades como plantio de verduras, trato dos animais e ordenha de leite.

Para a acadêmica de Turismo, Carolina Caldeira de Paula, além de se divertir com o cenário diferente, vivenciar o projeto Viva Ciranda mostrou novas oportunidades no mercado em que os turismólogos podem atuar. "As pessoas estão à procura de experiências como esta, para resgatar os costumes da família e, também, para sair do turismo de massa e participar ativamente de programas mais tranquilos", disse Carolina.

Além dos alunos de Joinville e os acadêmicos paulistas, a diretora de turismo de Timbó (SC), Flávia Cipriani, também acompanhou a visita à Família Schroeder, com o objetivo de conhecer o Viva Ciranda e levar novas ideias para a sua cidade.

Conheça o Projeto Viva Ciranda - O projeto de turismo rural pedagógico, Viva Ciranda, foi criado pela Fundação Turística de Joinville e tem como objetivos fomentar o desenvolvimento social e econômico da área rural e transformar a região em uma ferramenta diferenciada de ensino, com a realização de aulas ao ar livre e em contato com a natureza. Atualmente, 14 propriedades localizadas nas regiões do Piraí, Quiriri, Estrada Bonita, Estrada da Ilha e Dona Francisca, participam do projeto oferecendo diferentes especialidades e atrativos para os visitantes. Em assunto em destaque estão fauna e flora; criação de pequenos animais e aves exóticas; cavalo crioulo; produção de mel; cultivo de flores; fabricação de produtos coloniais; água e nascentes de rios; tratamento ecológico de esgoto; entre outros. O projeto já recebeu o Prêmio Top Turismo ADVB/SC em  2012, foi apresentado no Manual Boas Práticas em Educação Ambiental na Agricultura Familiar do Ministério do Meio Ambiente. 

Nenhum comentário:

Hora Mundial