02 fevereiro 2008

Dica da Sopa Brasiguaia

Turismo se faz com sinceridade. O papel da imprensa é dizer a verdade. Eu nunca fui asaltado na Ponte Internacional da Amizade. Só fui assaltado uma vez em Foz do Iguaçu. Foi por seis rapazes da favela da Vila Miranda. O assalto ocorreu ao longo da BR 277, rua marginal, lado esquerdo, sentido Foz-centro-Três Lagooas. Os assaltantes se lascaram. Levaram R$ 5.00 e mais R$ 1.70 em moedas de 10 centavos. Levaram também uma bituca de cigarro. Metade de um cigarro Plaza, metade-fumado que estava no meu bolso. O assalto foi sério. Aconteceu no dia 18 de março de 2000. Eu vinha do Hospital Costa Cavalcanti e ia para a minha casa no Portal da Foz, Rua Pica-Pau. Os assaltantes tinham uma hierarquia da "ruindade". Um bem ruim, ficava a uns 3 metros, rodando feito um galo, garantindo a área. Um ruim, ficava a cada momento me ameaçando a dar um soco na cara e quebrar o "zóculo" desse filho da pu..você sabe o quê.

Daí, uns meninos, faziam a limpa. Quando acharam a bituca, o ruim disse: você disse que não fumava seu filho da pu você o quê. Eu disse, esse cigarro filei do Chico de Alencar (um amigo jornlista de Foz) e fumei um pedaço no hospital quando descobri que meu filho nasceu. Era o Rafa. Finamente havia un bonzinho. Pele escura. Não era negro. Quer dizer afro. Era como eu mas parecia viver mais sem camisa no sol da Vila Miranda, soltando pipa quando dava. Esse bonzinho, me pediu desculpa. E disse que a barra estava pesada. Acredito. Abracei o "inimigo" e disse "você pode conseguir tudo o que quiser. Você não é do grupo deles - quer dizer desses filhos da pu...que estão levando voce.

O que era que eu escrever mesmo? Ah, a Sopa Brasiguaia publicou umas dicas sobre "como não ser assaltado na Ponte da Amizade. Aqui está o link para o artigo. Leia também os comentários de alguns leitores. Adorei aquele que disse "deixe o carro e pegue um mototaxista brasileiro competente. Acho que quem escreveu é brasileiro.

A Sopa Brasiguaia é uma idéia porreta de Guilherme Dreyer Wojcie, Wojcie, o quê mesmo? Chowski. É isso Wojciechowski. E Fernando Fernandes. Adoro os nomes dos dois! Leiam!

Nenhum comentário:

Hora Mundial